Seja Bem Vindo!

sexta-feira, 28 de junho de 2013

CCA - CONGREGAÇÃO CRISTÃ DO ADVENTO

Este site foi atualizado e revisado!
Siga o novo endereço abaixo, clicando na imagem.




O Advento da Segunda Vinda de Jesus – 3 videos


"O Advento da Segunda Vinda de Jesus"
parte 1




"O Advento da Segunda Vinda de Jesus"
parte 2




"O Advento da Segunda Vinda de Jesus"
parte 3



quinta-feira, 27 de junho de 2013

1 – Evidências de um Criador


 MÓDULO 1

O que você sabe sobre a Segunda Vinda de Jesus?

EVIDÊNCIAS DE UM CRIADOR

“O DESCONHECIMENTO DO PLANO DIVINO,
CERTAMENTE CONTRIBUIRÁ PARA A PERDA DE MUITASALMAS, 
CREMOS QUE, A SIMPLES ATENÇÃO
AOS TEXTOS CONSTANTES NESTA CARTILHA
PODERÁ AJUDARA REVERTER TAL SITUAÇÃO”.


Ez. 33:8

Pois, disse o Senhor: 8  Se eu disser ao ímpio: Ó ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para dissuadir ao ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniqüidade, porém o seu sangue eu o requererei da tua mão.


 Introdução


Esta reflexão, tem como finalidade, preparar as pessoas para a Segunda Vinda de Jesus, e tem como sua única fonte a Bíblia Sagrada.

Temos observado que quando o assunto se trata da Segunda Vinda de Jesus, a maioria das pessoas, argumentam de forma equivocada que do dia e da hora ninguém sabe, somente o Pai. Afirmam assim, pelo conhecimento que possuem sobre o texto de Mateus 24:36   Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai. Sabemos no entanto, que, embora o conhecimento do dia e da hora estejam guardados para a exclusiva autoridade do Pai Celestial, Jesus nos alertou que seria de nossa obrigação saber sobre o tempo: Mateus 16:2  Mas ele, respondendo, disse-lhes: Quando é chegada a tarde, dizeisHaverá bom tempo, porque o céu está rubro. 3  E, pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis discernir a face do céu, e não conheceis os sinais dos tempos? I Tessalonicenses 5:4  Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão.

Quando os discípulos perguntaram a Jesus: (Mt. 24:3)  Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda. O Senhor respondeu no versículo 15 do mesmo capítulo:   Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda. A pergunta foi respondida desde então.

Congregação Cristã Adventista



 "COMO FAZER PARTE DO PLANO DO CRIADOR"

Devemos conhecer a Deus, e aceitar a Cristo, pela nossa Entendimento e Sabedoria do Espírito Santo.

·          -  Dom gratuito de Deus.

Ef. 2:8

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9  Não vem das obras, para que ninguém se glorie.

·         Entendimento – Compreensão através do Exame  Criterioso das Escrituras Sagradas e do poder do Espírito Santo.

Marcos 12:24

24  E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?

·         Sabedoria – Capacidade de discernir o bem do mal, subjetivamente, sem recorrência intelectual e pelo poder do Espírito Santo.

Pv. 2:7

Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos. Escudo é para os que caminham na sinceridade,

Pv. 9:10

O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.


Temos provas infalíveis, que Jesus Cristo é o filho de Deus e esteve aqui na terra submetendo-se à morte, para que concluindo parte relevante do plano Divino, atendendo assim a Exigência de Deus  e o pleno cumprimento das profecias, pudéssemos ganhar a salvação pelo seu sacrifício de tortura e morte na cruz e, ao mesmo, tempo herdar a vida eterna.

Dentre as muitas razões que temos para crermos em Deus e em seu Filho, encontramos a Bíblia Sagrada, e em especial, O Novo Testamento, composto por sete autores, que conviveram com Jesus Cristo, em sua vida pública e, por fim, Saulo de Tarso, que teve um contato pessoal com o Senhor, sendo jogado ao chão  na presença da guarda romana, tornado cego temporariamente, e tendo seu nome mudado para Paulo, pelo próprio Senhor. Estes, constituem-se em um número mais que suficiente de testemunhas, para fundamentar nossa crença, posto que  duas, seriam o bastante para firmar uma verdade nos nossos dias. 



JESUS CRISTO – A EXPRESSA IMAGEM DO DEUS INVISÍVEL.

Hebreus 1:3


Profecias que predisseram sua primeira vinda.

Há mais de 700 anos, antes de seu nascimento, o profeta Miquéias trouxe uma profecia sobre a cidade onde Ele nasceria: Mq. 5:2 Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena para estar entre os milhares de Judá, de ti é que me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.

Isaías, há 650 anos antes de seu nascimento, profetizou sobre o seu ministério, seu aspecto físico e sua morte com requinte de detalhes: Is. 53:9 E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte.

José de Arimatéia era homem rico e com sua influência política conseguiu o corpo de Jesus, levando-o para o sepulcro de sua família: Mt. 27:57 Ao cair da tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que também era discípulo de Jesus. 58 Esse foi a Pilatos e pediu o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que lhe fosse entregue.

Zacarias, há 500 anos antes de seu nascimento, profetizou sobre alguém que o trairia por trinta moedas de prata: Zc. 11:13 Ora, o Senhor disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro na casa do Senhor.

Sabemos que Judas Iscariotes, devolveu o dinheiro a Caifás que, de  comum acordo com os sacerdotes, adquiriram um campo por nome de Oleiro, para que lá ficasse como cemitério de estrangeiros  Mt 27:7 E, tendo deliberado em conselho, compraram com elas o campo do oleiro, para servir de cemitério para os estrangeiros.

O mais importante é que, Jesus, após a sua morte, ressuscitou ao terceiro dia, como Ele mesmo havia previsto e permaneceu durante quarenta dias, exercendo o seu ministério à vista de todos. De uma só vez esteve na presença de mais de 500 pessoas, I Co.15:6 depois apareceu a mais de quinhentos irmãos duma vezE ao término dos quarenta dias, subiu ao céu à vista de muitos, prometendo voltar (Atos 1:10).

O que é mais relevante é que Ele se submeteu a estas ações para salvar-nos da morte eterna. Sei como isso pode soar estranho na mente de alguns, mas como tudo na vida, saber sobre O PLANO DIVINO, demanda algum trabalho, mas vale a pena.

Muitas pessoas porém, carregam grande dificuldade em aceitar estes postulados, posto que desde o início de suas vidas foram condicionadas  à uma carga conceitual considerável, de conhecimento da ciência humana.


A ciência através do professor Charles Darwin, com seu famoso livro “Origem das Espécies”, tem sustentado durante décadas, a teoria da Evolução. Mesmo depois  do ilustre professor Darwin, aos seus 70 anos, pesarosamente ter declarado, que ela não passava de: idéias mal formadas que os homens pegaram, e delas fizeram uma espécie de religião”.
  
Após Darwin, anos mais tarde, já na década de 70, outra grande teoria evolucionista foi descoberta, porém com muito mais base científica. Nascia então “A Teoria da Evolução Química” batizada de “Biochemical  Predestination”. Desenvolvida pelo cientista Dr. Dean Kenyon. 
 
Esta obra, que revolucionou o mundo científico, tornou-se um best-seller. Uma evidência notável no meio científico, que durante vinte anos permaneceu intocável. Mas, o mais interessante de tudo, é que cinco anos após sua descoberta, seu criador o então Dr. Kenyon, já duvidava de sua plausividade. Que hoje foi, por ele mesmo descartada por completo. Disse ele:

Não existe a menor chance de uma origem, através da evolução química, para até mesmo os níveis simples das células. Assim o conceito da vida, sendo o resultado de um projeto inteligente [Deus]que tornou-se imensamente atrativo para mim, faz muito sentido e combina intimamente  com as descobertas múltiplas da biologia molecular.

“Palavras do Dr. Dean Kenyon”



Cabe-nos salientar ainda, que há mais de três décadas, os astrônomos envolvidos no projeto “SETI – radioastronomia: Busca por Inteligência Extraterrestre”, buscam exaustivamente por informações sobre inteligência extraterrestre. Monitoram 24 horas por dia, sinais de rádio no espaço, numa tentativa frustrante de encontrar padrões ricos em informações, que possam de alguma forma ajudá-los a entender o princípio da criação.

Até hoje os cientistas não detectaram nenhum padrão de informação, que mostre inteligência fora de nosso planeta (é bom lembrar que bilhões foram gastos nestas pesquisas).

Vemos aí os dois evolucionistas notáveis, portanto homens honrados, posto que vieram a público e descartaram suas próprias teorias.

Não foram poucos os homens famosos e de ótima formação intelectual, que tentaram colocar a Bíblia Sagrada a um nível inferior ao da ficção.

Homens, "ilustres", como Friedrich Nietzsche, Sigmund Freud, Karl Marx, Charles Darwin e tantos outros, quiseram fazer o mundo acreditar que Deus não existe, e que o homem poderia definir seu próprio destino. 

O que é mais interessante, os homens apostaram tudo nesta causa. As escolas ensinaram isto às crianças, que hoje são adultas e continuam, erradamente, a ensinar outras crianças. 

Agora, o mundo ruiu, na obscenidade, na lascívia, na promiscuidade, nos vícios, na criminalidade, no aborto, na usura, na mentira, na fraude, na falta de amor ao próximo e no descaso pela natureza. 

O incrível é que ninguém divulga as descobertas científicas que comprovam que a Bíblia é verdadeira e que os cientistas que tentaram provar que Deus não existe, estavam enganados.

A BÍBLIA É VERDADEIRA

O estudioso alemão, Dr. Werner Gitt,   ex diretor   do  Instituto Federal de Física e Tecnologia de Braunschweig, Alemanha, após ter calculado a possibilidade de o cumprimento das profecias bíblicas terem se dado por acaso, chegou ao seguinte resultado: A possibilidade é da ordem de 10 elevado à potência negativa (-) 980.

Na prática ele comparou ao universo como saturado de formigas, medindo cinco milímetros cada, e tendo apenas uma formiga vermelha misturada às demais, alguém de olhos vendados, após algumas voltas interestelares, no meio das formigas, lançando a mão em qualquer direção, apanhar a única formiga vermelha.

A travessia do Mar Vermelho, e a arca de Noé, são fatos relevantes das evidências bíblicas. Por mais que, homens dissimulados, queiram contestar, com os mais diversos argumentos, hoje podemos provar, com evidências oculares, estes grandes feitos do Deus Criador.

Êxodo 14:15

Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. 16 E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.

Estudiosos quiseram afirmar que a travessia do povo hebreu, dirigida por Moisés, ocorreu num ponto muito acima do Mar Vermelho, onde as águas não são profundas, cuja região era chamada de Mar de Juncos. Ignoram o fato de que o Rei Salomão, colocou, na margem do território Árabe, um marco para a referência geográfica da travessia, que hoje foi retirado pelas autoridades sauditas. Veja a foto, de quando ele ainda lá se encontrava:

Deus, não só abriu o mar, como também, elevou o seu leito.

O pesquisador, Ron Wyatt, mergulhou no local e pode nos trazer estas preciosas fotos, para a decepção dos incrédulos. Junto com os destroços das bigas do Faraó estavam também, ossadas dos cavalos. 
Imagens do fundo do Mar Vermelho

Ron Wyatt

A Arca de Noé é  outro  grande  fato histórico,  que  comprova a  veracidade  da Bíblia. Por muito tempo permaneceu desacreditado pelos homens, mas agora podemos confirmá-lo com nossos próprios olhos.

Cientistas turcos e chineses encontraram a Arca de Noé no monte Ararat. O pesquisador chinês Yang Ving Cing diz que eles encontraram-na, a uma altitude de 4 mil metros no monte que fica ao leste da Turquia, na fronteira com o Irã.

Como está escrito no livro de Gênesis 6:14
 Deus ordena a Noé o seguinte:

Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos na arca e a betumarás,... 17 Porque eis que eu trago um dilúvio de  águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus...18 Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo.


O cientista Yang V. Cing é membro de uma organização internacional dedicada à busca pela arca em que, conforme a Bíblia, Noé e sua família escaparam do Dilúvio Universal. Segundo Cing, a estrutura encontrada tem aproximadamente 4,8 mil anos.

Gn.7:7 Noé entrou na arca, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio... e as janelas dos céus se abriram, 7:12 E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites. 20 Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos. 8:4 E a arca repousou no sétimo mês,... sobre os montes de Ararate.


Após nossa breve incursão, pelas profecias bíblicas, pelas testemunhas que conviveram com Jesus, e as descobertas científicas que comprovam que a bíblia é verdadeira, não nos resta outra coisa, senão crer que Deus tem um plano e vai segui-lo, quer acreditemos ou não.

Ao falarmos sobre o plano divino, nos vem à mente, a colocação feita por  Lawrence Olson, que diz: O amor de Deus se estende em direção ao ser que Ele mesmo criou na sua própria imagem, e assim mesmo antes da queda do homem, prevendo essa calamidade, já havia preparado *“O Cordeiro que foi morto, desde a fundação do mundo” que daria sua vida em resgate da humanidade. (Ap. 13:8).

Deus não é apenas um Deus de amor, como também de justiça absoluta, e caráter perfeito. Sua justiça exige que se dê plena satisfação pelos delitos cometidos contra o santo divino concerto. A pena terá que ser aplicada ao transgressor.  Por incrível que pareça, apesar de Deus ter preparado um caminho pelo qual o homem pode voltar ao Seu favor, nem todos os homens estão dispostos a aceitar esta provisão tão graciosa. O homem é dotado de livre arbítrio e, querendo ele,  pode colocar sua inexpressiva vontade em oposição ao Ser que o criou.

[Somente a Bíblia Sagrada, expressa as atitudes e desejos do Criador. Composta de 66 livros, milhares de profecias cumpridas e outras para se cumprir. A Bíblia Sagrada é o livro mais antigo e o mais lido do mundo.]

Temos, portanto, observado nas Escrituras Sagradas, que Deus vem estabelecendo condições ao longo das etapas da vida do homem, a fim de que o mesmo reconheça por si, a criação e a própria vontade de Deus. Para tanto, Ele em sua infinita paciência e sabedoria, tem falado pelas Escrituras, através de seus Profetas, dando-nos a orientação necessária para prosseguirmos em direção à vitória, cujo caminho determinado por Ele é o Seu próprio Filho o Cordeiro, que deu sua vida para que pudéssemos ser salvos.

Amós 3:7

Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.



A VITÓRIA DO HOMEM EM CRISTO JESUS

  
Quando se fala em Jesus, vem à mente da maioria das pessoas, um carpinteiro, que reuniu um grupo de amigos, andou pelas regiões da Galiléia e Judéia, distribuindo um monte  de  conselhos,  alguns   até muito importantes e subjetivos. Um judeu que  em torno de seus  trinta anos, depois de ter sido rejeitado pelo seu povo, na presença de muitas testemunhas, foi crucificado por Pôncio Pilatos no governo romano de Tibério César, há quase dois mil anos atrás. Isto é verdade, mas é quase nada, diante da realidade que é Jesus Cristo.


Veja com atenção a conversa que Ele teve com Deus, antes de sua crucificação:  João 17:4 Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer. 5 Agora, pois, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse.

Podemos observar o seu poder em: Colossenses 1:16 porque nele (Jesus) foram criadas todas as coisas, nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. 17 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas.

Ele voltará: Apocalipse 1:8 Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor, aquele que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso... Também é eterno: Ap. 1:18 Eu sou o que vivo; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre.


"COMO FAZER PARTE DO PLANO DO CRIADOR"


Sempre, o homem fez a si duas perguntas: De onde vim? e para onde irei? Mas a pergunta que sempre o preocupou foi a segunda: Para onde irei... depois da morte?

O pensamento de uma vida após a morte, sempre o perseguiu, não por acaso. Está escrito na Bíblia Sagrada, no Livro de Eclesiastes, Capítulo 3, Versículo 11:

"Tudo (Deus) fez formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a idéia da eternidade, se bem que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim".

Vemos pelo versículo acima, que o sentido de vida após a morte, é inerente à mente humana. Mas quem estaria apto a nos ensinar a respeito de vida após a morte? Teria que ser alguém que tivesse passado pela morte, revivido e voltado para contar, vivendo eternamente após. Somente uma pessoa neste mundo mostrou-nos ter esta experiência.

Mateus 28:7

"Ide depressa, e dizei aos seus discípulos que Ele (Jesus) ressurgiu dos mortos; e eis que vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que vo-lo tenho dito. e, partindo elas apressadamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos 9 e eis que Jesus lhes veio ao encontro, dizendo: salve. E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés, e o adoraram".
  
I Co. 15:19

“Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens”.

Vimos anteriormente que sete homens, testemunharam, escreveram e fizeram parte da vida pública de Jesus. Sabemos ainda, por intermédio destas testemunhas oculares, que Jesus Cristo voltou dos mortos para nos mostrar, que há vida após a morte, e com isso exemplificou a ressurreição dos mortos, em sua Segunda Vinda. É por esta razão que temos que nos esforçar, para saber tudo sobre Jesus. O apóstolo Paulo escreveu em sua Primeira Carta aos Coríntios, no Capítulo 15, Versículo 3:


"Porque, primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as escrituras; 4 que foi sepultado; que foi ressuscitado ao terceiro dia, segundo as escrituras; 5 que apareceu a Cefas, e depois aos doze; 6 depois apareceu a mais de quinhentos irmãos duma vez, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormiram; 7 depois apareceu a Tiago, então a todos os apóstolos; 8 e por derradeiro de todos apareceu também a mim".


I Co. 15:12

Ora, se pregamos que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?

Seria necessário muito tempo e trabalho para escrever um pouco sobre Jesus, mas mesmo assim podemos citar, rapidamente, alguns pontos relevantes a seu respeito.


A seguir, vamos ver o que a Bíblia diz sobre Jesus:

  
1- Filho Unigênito de Deus. João 3 :16

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 17 porque Deus enviou o seu filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele".

2- Eterno antes e depois. Apocalipse 22:12

12 Eis que cedo venho e está comigo a minha recompensa, para retribuir a cada um segundo a sua obra. 13 "EU SOU O ALFA E O ÔMEGA, O PRIMEIRO E O DERRADEIRO", o princípio e o fim. 14 Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes [no sangue do Cordeiro] para que tenham direito à arvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas”.

3- Existia antes de o mundo existir. João 17:1

"depois de assim falar, Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: pai,...4 eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer. 5 agora, pois, glorifica-me tu, ó pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que eu tinha contigo antes que o mundo existisse".

4- Co-autor da Criação com Deus. João 1:1

"no princípio era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus 2 Ele estava no princípio com Deus. 3 todas as coisas foram feitas por intermédio dele,
e sem Ele nada do que foi feito se fez".

Colossenses 1:15

"(Jesus) o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; 16 porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por Ele e para Ele. 17 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas".


5- Uma pessoa só em Deus. I João 5:7

“Porque três são os que testificam no céu: o pai,
a Palavra (Filho, Ap. 19:13) e o Espírito Santo:
e estes Três são Um”.
(Conceito da santíssima trindade. Deus tri uno)


6- O único que pode salvar. I João 5:11

"e o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu Filho. 12 quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 13 estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna".

7- O único Caminho. João 14:6

"respondeu-lhe Jesus: eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim".

Mateus 7:13

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; 14 e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram".

8- Veio e voltará. Atos 1:10

"Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco, 11 os quais lhes disseram: varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir".

9- Governará o mundo durante o período de mil anos, onde viveremos em perfeita harmonia, livres de doenças e calamidades.

 Apocalipse 20:6

"E REINARÃO COM ELE DURANTE OS MIL ANOS"

Apocalipse 2:26

E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações

Isaias 11:6

"Morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará; e o bezerro, e o leão novo e o animal cevado viverão juntos; e um menino pequeno os conduzirá. 7 a vaca e a ursa pastarão juntas, e as suas crias juntas se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. 8 a criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e a desmamada meterá a sua mão na cova do basilisco. 9 não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte; porque a terra se encherá do conhecimento do senhor, como as águas cobrem o mar".

Isaias 65:21

"E eles edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o fruto delas. 22 não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus escolhido gozarão por longo tempo das obras das suas mãos: 23 não trabalharão inutilmente, nem terão filhos para calamidade; porque serão a descendência dos benditos do senhor, e os seus descendentes estarão com eles. 24 e acontecerá que, antes de clamarem eles, eu responderei; e estando eles ainda falando, eu os ouvirei. 25 o lobo e o cordeiro juntos se apascentarão, o leão comerá palha como o boi; [...]. não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o senhor".

10- Após a segunda vinda do Senhor, viveremos em  um local eterno, indescritível.

I Coríntios 2: 9

"Mas, como está escrito: as coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. 10 por que Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmo as profundezas de Deus".

Como sabemos, somos dotados do direito do livre arbítrio. Por esta razão, Deus não vai nos obrigar a nada, posto que este direito nos foi outorgado por Ele próprio. Concluímos, daí, que, o direito de conduzir a nossa vida, seja lá qual for a direção é todo nosso. Nisso Deus não quer e não vai interferir.


www.henriquegomescrist.blogspot.com

Henrique Gomes


o Advento da Segunda 
            Vinda de Jesus

2 – Evangelho


MÓDULO 2

O que você sabe sobre a Segunda Vinda de Jesus?

EVANGELHO

“O DESCONHECIMENTO DO PLANO DIVINO,
CERTAMENTE CONTRIBUIRÁ PARA A PERDA DE MUITAS ALMAS, 
CREMOS QUE, A SIMPLES ATENÇÃO
AOS TEXTOS CONSTANTES NESTA CARTILHA
PODERÁ AJUDARA REVERTER TAL SITUAÇÃO”.


Ez. 33:8

Pois, disse o Senhor: 8  Se eu disser ao ímpio: Ó ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para dissuadir ao ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniqüidade, porém o seu sangue eu o requererei da tua mão.




A BÍBLIA


Trinta e Nove Livros do Antigo Testamento


Vinte e Sete Livros do Novo Testamento

Cremos, que na bíblia sagrada estão contidas todas as informações à respeito do que Deus quer ou tem preparado para nós. Não há razão para que duvidemos. Seus ensinamentos, bem como suas profecias podem ser colocados à prova. Se buscarmos é bem provável que iremos encontrar algumas variações nos textos do Novo Testamento, devido ao numero de vezes que seus livros e epístolas foram recopiados, posto que  na perseguição aos cristãos do primeiro século, os originais se extraviaram e só sobraram cópias.  Conhecemos também, as dificuldades encontradas pelos copistas, numa época em que a escrita era dominada por pouquíssimas pessoas, nem sempre preparadas devidamente. O importante é saber que tais ocorrências, não causaram dano algum ao valor imensurável de seu conteúdo e não anularam em nenhum momento o significado e os propósitos ali estabelecidos por Deus.

No século XVIII, Johan J. Wettstein, pesquisador de crítica textual do Novo Testamento, afirmou: “A variedade de versões nos textos do Novo Testamento, não implica na fidelidade ou integridade das Escrituras. A razão: Deus, pôs este Livro de uma vez por todas no mundo, como um instrumento para a perfeição do caráter humano. Ele contém tudo o que é necessário para  a salvação tanto da crença quanto da conduta”.

É importante observar que a Bíblia Sagrada não vem para esclarecer assuntos geográficos, existenciais, etnológicos, temporais, etc.. Os livros constantes na Bíblia Sagrada, constituem-se na forma que o Criador do Universo achou por bem, para estabelecer um canal de comunicação com os homens, através de profecias comprovadamente cumpridas, outras  que  estão  para  se  cumprir, bem como os inúmeros testemunhos de pessoas qualificadas e a maneira surpreendente  usada por Deus, para demonstrar seu amor, sua justiça, sua existência, seu poder e seus objetivos para com a humanidade.

Convém observar que Jesus e os apóstolos citaram o Antigo Testamento centenas de vezes, indicando que aprovavam  os seus textos. É com absoluta certeza, que podemos aceitar o Antigo Testamento como Palavra divinamente inspirada de Deus.



TRADUÇÕES

A primeira tradução do Antigo Testamento hebraico, para outra língua foi chamada de Septuaginta. Setenta e dois estudiosos, foram trazidos à Alexandria, no Egito, para elaborar a tradução grega (daí o nome de septuaginta ou LVV ou 70). Isto é significativo para nós, porque sua concordância  com os textos hebraicos originais, demonstra que os tradutores tomaram o maior cuidado em produzir um trabalho acurado.

Os manuscritos originais dos livros do Novo Testamento foram escritos em papiros, que é o nome de uma planta aquática do Egito. O material dos manuscritos era derivado dessa planta e sua natureza frágil tornou difícil a preservação deles. Há várias cópias do Novo Testamento, dessa era, que sobreviveram até os dias de hoje.

O Novo Testamento, foi escrito originalmente em Grego, e o trabalho de tradução para outras línguas  começou bem cedo, por volta de 150 E.C.

Os estudiosos dizem que temos mais de 4.000 manuscritos gregos do Novo Testamento, 8.000 da vulgata latina, e pelo menos 1.000 de outras versões antigas. Se somarmos todos teremos mais de 13.000 manuscritos de todas as partes do Novo Testamento, sem mencionar os 1.700 fragmentos do Antigo Testamento hebraico e  as 350 cópias da Septuaginta grega.



NENHUM OUTRO DOCUMENTO ANTIGO CHEGOU SEQUER PERTO  DE TER TANTOS  NÚMEROS, FUNDAMENTANDO SUA AUTENTICIDADE.


Entre os manuscritos mais antigos, encontram-se  os seguintes:

Manuscrito Sinaítico -  Museu Britânico.

Manuscrito do Vaticano -  Vaticano.

Manuscrito de Alexandria -  Museu Britânico.

Manuscrito de Efraim -  Biblioteca Francesa, Paris.

Das várias razões que temos para estudar a bíblia, a maior é que ela tem um conteúdo profético de suma relevância para o homem. Milhares de profecias já se cumpriram e temos um motivo especial para estudá-la atualmente: Profecias importantes estão para se cumprir. Profecias que falam diretamente de nossas vidas na terra, com o advento da segunda vinda de Jesus Cristo e o Plano de Deus para com o homem.


Veremos à frente algumas profecias do Profeta Isaias sobre Jesus, à aproximadamente 650 anos antes de seu nascimento, bem como o seu cumprimento:


Isaias Cap. 7, Vers. 14: Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel  que quer dizer "O Prometido", se referindo a Jesus.


O cumprimento desta profecia vemos em:   Mateus 1:18: Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José,  antes  que coabitassem,  (e portanto virgem) viu-se grávida pelo Espírito Santo.


PROFECIA:

Isaías 53:3 Era desprezado, e rejeitado dos homens; homem de dores, e experimentado nos sofrimentos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

CUMPRIMENTO:

João 1:11 Veio para os seus, mas os seus não o receberam.


PROFECIA:

Isaías 11:2  E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria.

CUMPRIMENTO:

Lucas 2: 52 E crescia Jesus em sabedoria, em estatura e em graça diante de Deus e dos homens.


PROFECIA:

Isaías 53:7  Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como um cordeiro que é levado ao matadouro, e como a ovelha que é muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.

CUMPRIMENTO:

Mateus 26:62 Levantou-se então o sumo sacerdote e perguntou-lhe: Nada respondes? Que é que estes depõem contra ti? 63 Jesus, porém, guardava silêncio. E o sumo sacerdote disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.

 PROFECIA:

Isaías 50:6 Ofereci as minhas costas aos que me feriam, e as minhas faces aos que me arrancavam os cabelos; não escondi o meu rosto dos que me afrontavam e me cuspiam.

 CUMPRIMENTO:

 Marcos 14:65 e alguns começaram a cuspir nele, e a cobrir-lhe o rosto, e a dar-lhe socos, e a dizer-lhe: profetiza. e os guardas receberam-no a bofetadas.

 PROFECIA:

Isaías 53:4: Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. 5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa, nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

CUMPRIMENTO:

Mateus 8:16: Caída a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados; e ele com a sua palavra expulsou os espíritos, e curou todos os enfermos.  17 para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças. E continua atualmente  curando e operando milagres, pelo poder do Espírito Santo, se bem que com motivos específicos para a elaboração de sua obra, não como gostaríamos que fosse, ao nosso bel prazer. Seria muito fácil.
  
João 21: 25

HÁ, PORÉM AINDA MUITAS  OUTRAS COISAS QUE JESUS FEZ, E SE CADA UMA DAS QUAIS FOSSE ESCRITA, CUIDO QUE NEM AINDA O MUNDO TODO PODERIA CONTER OS  LIVROS QUE SE ESCREVESSEM. AMÉM.



SALVAÇÃO

  
Observamos pelo capítulo anterior, que só através da Bíblia Sagrada, podemos estabelecer um canal de comunicação com Deus e seu Filho, e isso se faz extremamente relevante, a partir de que observamos que Deus tem um plano de Salvação para a humanidade. E este plano consiste em trazer o homem para o estado de perfeição eterna, que pelas Escrituras, está para se realizar em um futuro muito próximo.

João 3:16

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17  Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
18  Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.


Podemos, pelos versículos abaixo, ter uma visão panorâmica do plano divino:

Jesus Cristo veio e voltará (At. 1:11) e vai regenerar a Terra (Mt. 19:28, Zc. 14: 4 e 8, Isaías 11:6  E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará;...), mas antes, sob a forma de arrebatamento (I Ts. 4:16), virá para nos livrar da ira da sua Justiça    (I Ts. I:10), porém isto, não irá acontecer, sem que antes se estabeleça um governo maligno sobre a Terra  (II Ts. 2:3), e após sermos retirados, temporariamente deste mundo, Deus irá levar à um grande sofrimento, quem não deu crédito à estas palavras (Ap. 16, 7 taças). E só depois, desceremos com Ele (Jesus) Ap. 19:14 E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e [os salvos] vestidos de linho fino, branco e puro. Para administrarmos o mundo, no governo teocrático de Jesus Cristo, aqui na terra (Ap. 2:26 E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações,  E com vara de ferro as regerá).

Ora, fica evidente, pelas Escrituras Sagradas, que o homem não foi feito para morrer, a morte entrou pela desobediência, e deixará de existir em breve, Com a Segunda Vinda de Jesus. Deus tem a salvação para aqueles que assim a desejarem, isto é o livramento da morte  para um vida eterna, nesta terra que será regenerada (Mt. 19:28 E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória...). É importante observar que os que morrerem antes do advento da segunda vinda de Jesus, à exemplo da ressurreição de Cristo, e certamente, somente os que pactuaram com Ele, serão ressuscitados e juntamente com os que permaneceram fiéis serão arrebatados.




Evangelho de Marcos, Capítulo 16:15/16


"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado".


O BATISMO

Batismo ou “Baptismós”, do grego, significa imersão. O que se entende, que para este ato, torna-se necessário um volume de água suficiente para imergir o corpo do batizado, salvo exceções.

Esta determinação estabelecida por Deus, pelas Escrituras, para que sejamos inseridos “NO Plano Divino", se resume no Ato Público de Confissão, onde publicamente reconhecemos que Jesus é o nosso único salvador. Nesta ocasião também, confessamos que somos pecadores e pedindo perdão, somos perdoados por Jesus Cristo.


Sabemos que o batismo foi instituído, através de João Batista e que o mesmo ensinava o batismo para o arrependimento dos pecados, Lucas 3:3 Percorreu ele (João Batista) toda a terra, ao redor do Jordão, pregando o batismo de arrependimento para perdão dos pecados. O próprio Senhor Jesus se submeteu a este batismo, mesmo sem ter pecado, porém para nos demonstrar, para nos ensinar, como deveria ser feito o sepultamento da velha criatura e nascimento dos filhos de Deus. (João, 1: 12 Mas a todos os que o receberam, àqueles que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, 13, Nascidos não do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus). O que indica que antes do batismo somos criaturas de Deus. Somente depois de Aceitarmos a Cristo como nosso suficiente salvador é que passamos a ser filhos de Deus. Em João 3:5, Jesus disse a Nicodemos: Em verdade, em verdade te digo, que aquele que não nascer da  água e  do espírito, não herdará o reino de Deus. Isto significa, o simbólico sepultamento da velha criatura nas águas do batismo de imersão, e o nascimento, pela água, de uma nova vida na condição de filho de Deus. É oportuno observar, que criança, antes da idade de consciência não precisa ser batizada, pois não cometeu pecado algum, se assim não fosse, Jesus não teria dito: Marcos, 10:15, Em verdade, em verdade vos digo que quem não receber o reino de Deus como criança, de maneira nenhuma entrará nele.

A bíblia não faz em nenhum momento, alguma alusão sobre batismo de crianças, e nas passagens sobre este assunto, figuram os adultos. O Batismo de criança, esta, sem dúvida nenhuma, foi mais uma invenção escandalosa de autoria da igreja romana, lamentável, pois este assunto é de extrema relevância. Deus tenha misericórdia e nos ajude a reverter esta situação.

No livro de Atos 2:38, vemos: E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados, e recebereis o Dom do Espírito Santo. 39 Porque a promessa diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar. O batismo de João, o qual o Próprio Senhor Jesus nos ensinou com o seu exemplo, em sua idade adulta, tem como finalidade o simbólico sepultamento de nossa velha criatura, juntamente com os nossos pecados. Deste ponto em diante, somos tidos como co herdeiros com Cristo Jesus, nas riquezas do nosso Pai Celestial, não pelo nosso próprio mérito, mas pelo mérito da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo. O Apóstolo Paulo diz, em sua carta Aos Efésios 2:8, Pois é pela Graça que sois salvos, por meio da fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus. 9 Não das obras para que ninguém se glorie.




"UMA SÓ FÉ, UM SÓ BATISMO E UM SÓ SENHOR"

Efésios 4:5


Apenas reiterando, a Igreja Romana mudou o batismo original criado por Deus, praticado por João Batista, dirigido aos adultos conscientes de seus pecados, uma vez que o batismo tem como finalidade a remissão de pecados, ou seja arrependimento de pecados para o perdão de Deus. Passaram daí, a batizar crianças, que o próprio Jesus apresentou-as sem pecado. Cabe a pergunta como uma criança pode se arrepender de seus pecados, tendo apenas meses de nascida?

O batismo simboliza, o pacto que o cristão faz com Deus em sua adulta e plena consciência, de uma vida sem Deus, para uma vida com Deus, aceitando Jesus como seu Salvador, arrependendo-se dos seus pecados, passando a fazer parte do rebanho que Cristo promete buscar.

Marcos 13:27

E Ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra,
até à extremidade do céu.


Se há pecado original, como a própria bíblia descreve, podemos dizer que o pecado está nos pais, que herdaram no princípio, por desobediência a Deus, porém não há pecado no recém nascido que é puro, segundo as palavras do Próprio Senhor Jesus. Como seria possível pedir para as crianças recém nascidas, como Pedro fez? Atos 2:38 Arrependei-vos, e cada um seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão de vossos pecados.


Não examinar as escrituras, como Jesus nos ordenou, faz com que creiamos em invenções humanas comprometidas. Provavelmente, como o batismo era cobrado pela igreja, forjou-se a doutrina de Jesus, para aumentar o número de batizados, aumentando evidentemente a arrecadação da Igreja Romana.


Se queremos agradar a Deus e participarmos do seu plano de salvação, devemos praticar o batismo da forma correta, ou seja, por imersão, e  com idade de consciência, em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo.


O DEUS ESPÍRITO


Por excelência, a  mais gregária pessoa da trindade. Ele é o supremo edificador, agindo na perspectiva da promoção da Unidade, desde a dimensão da matéria física da qual é o sustentador até a vida espiritual da Igreja, da qual é o unificador.

O Espírito Santo é Deus. Ele não é uma emanação secundária da divindade, como pensa a grande maioria das pessoas.

Quando Jesus estava para se ausentar, momentos antes de sua crucificação, veio o tempo em que Ele daria as ultimas instruções aos seus discípulos, e sem dúvida as mais importantes, pois daquele momento em diante, Ele não estaria mais fisicamente por perto.

João 13:33

Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco. Procurar-me-eis; e, como eu disse aos judeus, também a vós o digo agora: Para onde eu vou, não podeis vós ir. 34 Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. 35 Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.


João 14: 16

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. 17 a saber, o Espírito da verdade, ( o Espírito Santo ) o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. 18 Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós.


João 16:7

Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. 8 E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo...12 Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. 13 Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade ( Espírito Santo ), Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.


Lucas 24: 49

E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.


O que podemos ver, neste momento da vida pública de Jesus é que Ele determina aos seus discípulos que não saiam de Jerusalém, antes da vinda do Espírito Santo,  Ele promete agora um substituto, posto que o homem por si mesmo não consegue fazer a Obra esperada por Deus. Só somos motivados, a pregar o Evangelho de Jesus, a partir da manifestação do Espírito Santo em nossas vidas.


Atos 2:1

Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar... 4 E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.


Sabemos, pelas Escrituras, que, os discípulos, por incredulidade, se dispersaram por ocasião da  crucificação e que Jesus, após ressurreto, por esta razão os repreendeu.


Lucas 24:46

Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; 47 e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. 48 Vós sois testemunhas destas coisas. 49 E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai (O Espírito Santo); ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.


NASCENDO DE NOVO


Paul Yonggi Cho, fundador e pastor da maior igreja do mundo, Coréia do Sul, escreveu:

"Assim como a criança precisa receber ensinamento  espiritual, moral intelectual para crescer e tornar-se adulto responsável, o cristão “nascido de novo”, também deve ser doutrinado para crescer na fé. Deverá desenvolver-se  à semelhança de Cristo e a única pessoa que tem o ministério de ensinar os convertidos é o Espírito Santo".


"O ESPÍRITO SANTO VOS ENSINARÁ
TODAS AS COISAS"


“Nascido de novo”, expressão usada para o batizado, ou nascido das águas para uma nova vida com Cristo, o indivíduo que era criatura, agora é filho de Deus. Neste momento algo de novo irá acontecer na vida do novo convertido a qualquer momento: "O cumprimento da promessa do batismo com o Espírito Santo".

Vamos examinar o que as escrituras dizem:


Atos 4:31

E, tendo eles orado, tremeu o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com intrepidez a palavra de Deus.


Atos 6:3

Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos  quais  encarreguemos  deste  serviço... 5 O  parecer  agradou  a todos, e elegeram a Estevão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas, e Nicolau, prosélito de Antioquia.


Atos 8:15

...os quais, tendo descido, oraram por eles, para que recebessem o Espírito Santo...17 Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.

Atos 9:31

Assim, pois, a igreja em toda a Judéia, Galiléia e Samaria, tinha paz, sendo edificada, e andando no temor do Senhor; e, pelo auxílio do Espírito Santo, se multiplicava.


Vimos, portanto, a evidência da ação da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade sobre os homens e em favor deles. Vamos observar agora, algo importante sobre esta Pessoa, esta Representação Divina:

I João 5:7 e 8

"Porque três são os que testificam no céu: o PAI, A *PALAVRA [ Filho ], E O ESPÍRITO SANTO; E ESTES TRÊS SÃO UM. E três são os que testificam na terra: O ESPÍRITO, E A ÁGUA E O SANGUE; e estes três concordam num...."
(*Apocalipse 19:13)


A Bíblia nos mostra nestes versículos, na I epístola de João, que, três são as representações divinas na terra, sendo que duas, ou seja, o Sangue e a Água, são símbolos sagrados e o Espírito Santo é o Próprio Deus, agindo de forma sobrenatural e onipresente em nosso favor.

Há quem diga que o Espírito Santo não é um ser, e sim uma espécie de energia. Forças das trevas fazem de tudo para descaracterizar Deus, em todos os sentidos. Devemos estar atentos, daí, a necessidade de buscar a Deus em oração, examinando sempre as Escrituras Sagradas. O Espírito Santo é uma pessoa e a seguir vamos provar isto à luz da Bíblia Sagrada.

O Espírito Santo sela com a promessa de Cristo.

Efésios 1:13

no qual também vós, tendo ouvido a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, e tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.


O Espírito Santo se move:

Atos 10: 44

Enquanto Pedro ainda dizia estas coisas, DESCEU o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.


O Espírito Santo Fala

Apocalipse 22: 17

E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.

 O Espírito Santo intercede com expressões que não compreendemos.


Romanos 8: 26

Do mesmo modo também o Espírito (Santo) nos ajuda na fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo, intercede por nós com gemidos inexprimíveis


O Espírito Santo Engravida, sobrenaturalmente.

Mateus 1:18

Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, ela se achou ter CONCEBIDO do Espírito Santo.

O Espírito Santo se Entristece.

Efésios 4:30

E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção.

O Espírito Santo da poder e sabedoria de Deus.

Atos 1:8

Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.


O Espírito Santo Habita no homem salvo em Cristo.

I Coríntios 6:19

Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?


Não é permitido ao homem falar contra o Espírito Santo

Mateus 12:32

Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro.


O Espírito Santo tem nome

Mateus 28:19

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.



Algo que: TEM NOME, SELA, SE MOVE, FALA, OUVE, INTERCEDE COM EXPRESSÕES PRÓPRIAS, ENGRAVIDA, SE ENTRISTECE, DA PODER E SABEDORIA, HABITA, E CONTRA ELE NADA SE PODE FALAR, não tenha dúvidas. “É UM SER".


"Buscando conhecimento nas EVIDÊNCIAS BÍBLICAS, obtemos conhecimento sobre a nova aliança que Deus fez com o homem, através do sacrifício expiatório de Nosso Senhor Jesus Cristo, desta forma demonstramos amor a Deus e confirmamos nossa fé em suas promessas".


"A PREOCUPAÇÃO QUE MAIS ASSOLA O NOVO CONVERTIDO"


A maior preocupação que vemos em um novo convertido, que está buscando o batismo com  o Espírito Santo é a confirmação, do momento em que ele será batizado na prática, e um dos sinais  observados, para esta evidencia é o dom de falar em línguas estranhas, Porém não podemos deixar de observar a admoestação de Paulo aos coríntios: I Co. 14:27 E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. 28  Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus.

I Co. 14:2

Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. 3 Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação. 4 O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.



Daí, a ocorrência freqüente de uma ligeira confusão. Costuma-se imaginar, equivocadamente, que o falar em línguas estranhas é somente o falar num idioma que não seja o nosso. Não é isso, jamais. O dom de línguas do Espírito de Deus, nos dá algumas frases, que funcionam como uma espécie de código. São pequenas frases, em línguas que não entendemos, e são repetitivas. Na prática, o cristão selado com o Batismo do Espírito Santo, quando fala em línguas estranhas, fala com o Espírito de Deus, edificando a si próprio. Iremos à Bíblia para entender isto:

I Coríntios 14:39

Portanto, irmãos, procurai com zelo o profetizar, e não proibais o falar em línguas.


I Co. 12:7

Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. 8  Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9  E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10  E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas. 11  Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.

Pudemos observar pelo exposto, que o  Deus Espírito, nos capacita para que façamos a obra a qual fomos destinados por Jesus, que é a seguinte:

Marcos 16: 15

 Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura.


Mateus 28:19

Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.


É relevante que saibamos, que o Batismo com o Espírito Santo, constitui-se na renovação do indivíduo, ou seja na transformação real, de quem passa a ter uma vida nova em Cristo. Percebemos isso pela novidade de conduta, onde o indivíduo se volta, com determinação  para os objetivos de Deus, onde o sinal de falar em línguas pode não ser, necessariamente a evidência, e sim a mudança, para melhor, do caráter do convertido.



DEVEMOS LEVAR O EVANGELHO – BOAS NOVAS

  
Jesus pagou um alto preço pelas nossas almas e é através do seu sacrifício de sangue e dor, na cruz do calvário, que somos feitos filhos de Deus e recebemos a dádiva da vida eterna. O desconhecimento do que foi realizado pelo Senhor em sua morte, ocasionará o sofrimento desnecessário de muitos. Esta é a mensagem que temos que pregar a toda criatura. É preciso estuda-la, meditar nela, pedir sabedoria ao Altíssimo a fim de passá-la aos nossos semelhantes.

 Ele nos mandou levar a Boa Notícia a todos, e isto temos deixado para alguns poucos, que presumimos serem chamados para este trabalho. Fazemos vistas grossas, como se esta obrigação não fosse de todos os que se dizem cristãos.

Chamamos a atenção para o seguinte: Quantas almas devem morrer, sem que tenham tido algum contato real com o chamado de Cristo? Quão egoístas, miseráveis, ingratos e exclusivistas temos sido? A infelicidade eterna de um único indivíduo não nos move? Quantos planos temos feito para os próximos anos? E os mandamentos do Senhor, que lugar tem ocupado no nosso coração?

Mateus 25:28/30

“...Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores, ali, haverá pranto...”


Encerraremos esta apostila, com duas reflexões importantes: A essência do Evangelho e a Fé.
  


A ESSÊNCIA DO EVANGELHO

Isaías 66:2

"Mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra".

  
*"A essência do evangelho não  está na maneira de vestir, no comer no beber, na saúde do homem, nem em sua prosperidade, mas sim, no verdadeiro  amor em Deus, na submissão a Cristo e na prática da Fraternidade Incondicional.

Devemos buscar a Deus muito mais por aquilo que Ele é do que por aquilo que Ele pode nos dar, Devemos estar abertos para receber tudo que Ele tem para nos dar, sejam bênçãos  ou adversidades, pois nos momentos de adversidades temos a grande oportunidade de demonstrar  o nosso amor para com Ele. Devemos também entender  que Deus usa o sofrimento do homem para moldar o seu caráter, portanto pedir para Deus, que retire de nossas vidas os  momentos difíceis, muitas vezes, pode ser como pedir para oleiro, que tire suas mãos sábias do barro, cujo vaso estaria sendo moldado.

Alguns pregadores alegam que o propósito do Senhor é que sejamos ricos, saudáveis, felizes e que isto não é uma prerrogativa, mas um direito. O apóstolo Paulo, pedindo ao senhor pela terceira vez, por um problema que lhe afligia, obteve a seguinte resposta: II Coríntios, 12: 7 e 10  A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. É muito fácil testemunhar de Cristo numa fase de sucesso e realização, Só que é no sofrimento que Deus traz a honra para seus Filhos.

Quando o foco de nossa preocupação deixar de ser a busca  de uma felicidade imediata  e localizar-se no empenho em conhecer a Deus profundamente, a louvá-lo, e a nos tornarmos participantes comprometidos com seu projeto de transformar pessoas em filhos, então  experimentaremos  uma  verdadeira  realização e conheceremos o que é usufruir de uma alegria completa em Cristo Jesus". *(o texto acima foi inspirado no livro "Onde Está Deus no meu Sofrimento de Jaime  Kemp")


REFLEXÃO SOBRE A FÉ

Todas as vezes que ouvimos falar de fé, pensamos que os nossos sentimentos estão relacionados a ela, mas na verdade, sentir que tudo vai dar certo, não significa propriamente que estamos tendo fé. Uma coisa é certa, ninguém colhe porque sente e sim porque planta. A fé está muito além do sentimento, está sedimentada nas atitudes. Ela é demonstrada através do nosso comportamento. Muitos dizem ter fé, mas suas atitudes demonstram o contrário.

A mudança de um comportamento positivo, para um comportamento negativo, diante dos problemas é uma clara demonstração de falta de fé. Se você tem fé em Deus, a primeira coisa é permanecer calmo perante os problemas, atento, porém despreocupado sabemos o quanto isto pode exigir de alguém, mas é assim que funciona. Jesus advertiu seus discípulos quando o barco passava por uma forte tempestade e eles manifestaram intranqüilidade.

A FÉ E AS OBRAS

Ninguém vence porque sente, mas porque age. No livro de Tiago capítulo 2:26 Deus nos ensina, que a fé sem obras é morta: “Porque assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta” . Muitos confundem vontade com fé. Se a vontade pudesse nos levar a algum lugar, seriamos todos afortunados. Vontade sem atitudes não leva ninguém a lugar nenhum. Tudo nesta vida depende de nossas atitudes: determinação, perseverança, conhecimento através de estudos, sabedoria, oração e da reflexão e daí por diante. Para que possamos cumprir com os únicos dois mandamentos que Jesus nos deixou: “Amarás a Deus sobre todas as coisas e teu próximo como a ti mesmo”, temos que ter atitudes de fé.

Quem diz que ama a Deus e não quer saber dos seus planos, não examina as Escrituras com a devida regularidade, na maioria dos casos, nem conhece a Bíblia, coloca todos os seus interesses antes dos interesses de Deus, não pode dizer que tem fé em Deus.

Quem diz que ama o próximo, e não sabe falar do plano de salvação que Deus tem preparado para nós através de seu Filho, bem como o seu BREVE RETORNO”, não se compadece dos necessitados, com atitudes, e não pratica o perdão incondicional, não pode dizer que ama, ou tem fé em Deus.

Nós somos o que fazemos e não o que sentimos. Ninguém pode dizer que vai conseguir alguma coisa e agir como se aquilo fosse impossível. Hebreus 11:1 “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam”.
   

QUEM AMA A DEUS, COMEÇA PROVANDO ESTE AMOR, EXAMINANDO AS ESCRITURAS E CRENDO NAS PROFECIAS BÍBLICAS, QUE DIZEM A RESPEITO DO NOSSO FUTURO

A obediência traz a perseverança, a perseverança traz as atitudes e as atitudes demonstram a fé. Examinar as Escrituras Sagradas é demonstração de Fé e de Amor a Deus.


A PERGUNTA É: COMO ALGUÉM SEM FÉ, PODERÁ SUPORTAR OS EVENTOS PROFÉTICOS QUE ESTÃO PREVISTOS NAS ESCRITURAS SAGRADAS E ENDEREÇADOS À NÓS?

MAIS DE TRES MIL PROFECIAS BÍBLICAS JÁ FORAM CUMPRIDAS.




A OFERTA NA GRAÇA


O dízimo sobre a forma de lei, fundamentado no antigo testamento, sobretudo na passagem de Malaquias 3:10, tão enfatizada pelas igrejas contemporâneas, reside no seio do sacerdócio Mosaico e segundo os mandamentos da Nova Aliança, esta extinto.

O que temos, já que colocamo-nos inseridos na Nova Aliança, por nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é a inequívoca passagem de Paulo aos Hebreus 7:


PORQUE, MUDANDO-SE O SACERDÓCIO, NECESSARIAMENTE SE FAZ TAMBÉM MUDANÇA DA LEI.


5 E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão. 7 Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior. 9 E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos. 10 Porque ainda ele estava nos lombos de seu pai quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro. 11 De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? 12 porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. 17 Porque dele (Jesus) assim se testifica: Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque. 18 Porque o precedente mandamento é *ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade. 19 (Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus. 

*Ab-rogar: Fazer cessar a existência ou a obrigatoriedade de uma lei.


Resumindo, pela ótica da Graça, temos que sentir o amor pela Obra Salvívica de Nosso Senhor Jesus Cristo e assim doarmos segundo o nosso amor. Muito amor, muita doação, pouco amor, pouca doação. Quem ama pouco, já sabe o seu caminho. Quem muito ama, muito dá e pelo Pai será honrado. Simples assim. Na graça não cabe a palavra que os evangélicos querem empurrar: Malaquias 3: 8 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.

O texto da Graça é: Colossenses 2: 14

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

Mas se alguém achar que a Graça relaxou a lei, ou ficou mais fácil para nós, está enganado. Jesus deixou-nos uma referência bem clara sobre doação, pra evitar que alguém desse moedinhas “de coração” como contribuição: Mateus 5: 20 Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

Está claro que não devemos ofertar menos que o dizimo. Só que fica claro que se alguém porventura não puder ofertar (em algum momento) não será contado como ladrão, será perdoado segundo a graça.


II Corintios 9

6 E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. 7 Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 8 E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; 9 Conforme está escrito:

Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre. 10 Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; 11 Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus.

Ofertar para receber

Existem inúmeras igrejas pregando esta doutrina. Tais pessoas têm o seu coração voltado para o cotidiano, vão a igreja pelo que necessitam para suas vidas materiais e não por amor a Deus, pela volta do Senhor e Seu Reino.

Temos ouvido inúmeras pregações sobre Malaquias 3:10 que foi escrito na forma de lei para os judeus, muito antes do nascimento de Jesus, por tanto antes do advento da Graça.

Lemos em Gálatas 5:4 e 5 Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça decaístes. Lucas 11: 42, Mas  ai de vós, fariseus! porque dais o dízimo da hortelã, e da arruda, e de toda hortaliça, e desprezais a justiça e o amor de Deus. Ora, estas coisas importava fazer, sem deixar aquelas. (o verbo importava encontra-se no passado, portanto o que importava não mais importa).

Ainda que num corpo terreno, cuja ação proposta é quase impossível de se praticar, sinto nas palavras de Jesus, que Ele coloca os 10% no passado e 100% no presente, quando leio os seguintes versículos:

Lucas 18:18 E perguntou-lhe um dos principais: Bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna?... Ainda te falta uma coisa; vende tudo quanto tens e reparte-o pelos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me. 23 Mas, ouvindo ele isso, encheu-se de tristeza; porque era muito rico. 26 Então os que ouviram isso disseram: Quem pode, então, ser salvo? 27 Respondeu-lhes: As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.
  

Mateus 5:7
  
BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS, PORQUE ELES "ALCANÇARÃO MISERICÓRDIA".


Lucas 6:38 Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos deitarão no regaço; porque com a mesma medida com que medis, vos medirão a vós.

Marcos 12:41 E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito.
42  Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo.
43  E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro;
44  Porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento.

Os sovinas não terão parte nas bênçãos de Nosso Senhor Jesus Cristo. A nossa oferta faz parte do nosso caráter Cristão. Jesus nos ensina a ofertar 100% ou seja, tudo e não somente 10%. Alguém vai dizer: mas como? A oferta é diretamente proporcional ao amor que o Cristão tem por Deus e pela  Obra  salvívica  de nosso Senhor Jesus Cristo. Quem ama dá acima de 10% até 100%. Quem verdadeiramente não pode dar é perdoado por misericórdia divina. Pois o evangelho de Jesus vive pela fé, pelo amor e pela promessa vindoura, não sobrevive do dinheiro como querem fazer parecer. A generosidade é um atributo oficial do cristão. Se não é generoso, logo não é cristão. Se não pode dar o melhor para a Obra de quem lhe pagou os pecados com sacrifício máximo de tortura e morte na cruz, o mesmo que lhe dá a vida, e lhe dará a vida eterna, logo não entende ou não crê nos objetivos da Obra.

Esta é conclusão sob a ótica da GRAÇA:

Colossenses 2:14

"E havendo riscado o escrito de dívida que havia contra nós nas suas ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o do meio de nós, cravando-o na cruz".

I João 3

16 Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. 17 Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus.


www.henriquegomescrist.blogspot.com
Henrique Gomes


O Advento da Segunda 
             Vinda de Jesus